19 de mar de 2013

Como Tornar-se Calmo e Assertivo - Por Cesar Millan


Como Tornar-se Calmo e Assertivo

Por Cesar Millan
Tradução: Renata Badolato

Constantemente, os cães usam a energia para se comunicar. Energia é o que chamo de a "Essência" dos seres humanos; é quem e o que você é a todo momento. Os cães não se identificam por nomes, e sim, pela energia que transmitem e pelas atividades que compartilham. Entre cães e humanos é da mesma forma.

Nós humanos também nos comunicamos por meio de energia – percebendo isso ou não. Embora tentemos persuadir, explicar e racionalizar, os sinais de energia são as únicas mensagens recebidas pelos cães.

A primeira energia que um filhote sente após nascer é a energia calma e assertiva de sua mãe. Mais tarde, o filhote passará a seguir um líder que transmite essa mesma energia calma e assertiva. Como seguidores, os cães transmitem de volta uma energia calma e submissa que completa o equilibrio da matilha. É importante entender que a maior parte dos cães nascem para serem submissos, pois em uma matilha só pode ter determinada quantidade de líderes.

Quando um cão com comportamento instintivamente submisso convive com um humano que não sabe liderar, ele ou ela irá buscar o equilibrio da matilha, ocupando o que eles veem como uma função vaga. É assim que se iniciam os problemas de comportamento.

Para estabelecer-se como o líder da matilha, você deve projetar uma energia calma e assertiva. Esse equilíbrio natural (de liderança assertiva e comportamento calmo e submisso) desenvolve estabilidade e cria um cão equilibrado, centrado e feliz.

É claro que muitas pessoas me perguntam: “Como aprendo a transmitir uma energia calma e assertiva?” É aí que entra uma das maiores habilidades dos seres humanos: a imaginação. Pense em alguém que o inspira confiança – um familiar ou mentor; um famoso líder ou herói; pode ser até um personagem fictício. Como eles se portam, e qual caracterísca nele o inspira confiança? Agora, imagine que você é esse personagem, real ou fictício. Aja como ele agiria. Movimente-se como ele se movimentaria. Respire fundo. Relaxe seu corpo, mas mantenha a cabeça levantada, ombros para traz e peito para frente.

Em um dos episódios de “O Encantador de Cães”, utilizei essa técnica com uma mulher que não conseguia controlar seu cão durante os passeios. Ela escolheu Cleópatra como sua inspiração. Quando ela começou a se portar como imaginou que uma rainha egípicia se portaria, seu cão passou a prestar atenção em seu comportamento, e como retribuição, mostrou uma energia calma e submissa.

Quando acostumar-se com a ideia de ser calmo e assertivo, passe a utilizar somente energia e a linguagem corporal para comunicar-se com seu cão. Não se assuste se, ao transmitir a energia certa, seu cão espontaneamente sentar-se perto ou te seguir a todo momento. Então estará pronto para dar continuidade de uma forma equilibrada.

Após todas as interações que tive com humanos e cães, tenho certeza de uma coisa. Esse mundo é um mundo de amantes de animais e amantes de cães. O equilibrio é o que você transmite. Minha missão é continuar espalhando essa mensagem sobre equilibrio pelo  mundo. Se fizermos isso, cão por cão, pessoa por pessoa, talvez possamos levar essa mensagem para comunidades e paises, e assim possamos viver como meus maiores professores, os cães, vivem: em total sintonia.

Leia mais em: http://www.cesarsway.com/dog-training/the-basics/How-to-Be-Calm-and-Assertive

2 comentários:

  1. Cesar Millan lida com as energias majestosamente, não é? Tento colocar os ensinamentos dele em prática, principalmente na "cãominhada". Parabéns pela postagem Renata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, Simone... Ele é um mestre! Também utilizo as técnicas dele, principalmente na Cãominhada com os Pits... rsrs Que bom que gostou do post! ;)

      Excluir